LIP. O que é? Como funciona? E por que ainda é o primeiro tratamento escolhido para remoção de manchas e flacidez?

Os três melhores protetores solares para peles oleosas
outubro 22, 2018
O que não te falaram sobre a Vitamina C e seus 3 benefícios para pele
novembro 29, 2018

LIP. O que é? Como funciona? E por que ainda é o primeiro tratamento escolhido para remoção de manchas e flacidez?

 

 

Sua pele está pintada? e não é de tinta?
Manchas de pele são uma das maiores queixas em um consultório médico de dermatologia.

As manchas de pele e flacidez são reflexo da soma de dois fatores de envelhecimento: o intrínseco (cronológico) e o extrínseco (fotoenvelhecimento). O envelhecimento cronológico, é determinado geneticamente; e o fotoenvelhecimento, ocorre principalmente por exposição à radiação ultravioleta, sol.
Cada uma dessas formas de envelhecimento vai afetar a forma e composição da Epiderme e da Derme, sendo isto facilmente visível no decorrer da vida.

Mas como tratar de maneira eficaz e segura estes efeitos causados na sua pele?
Solução? Já!

O primeiro tratamento que estudos científicos provam ser o melhor e menos invasivo contra manchas e flacidez de pele, é a chamada LUZ INTENSA PULSADA (LIP).
A Luz intensa pulsada são luzes diversas que emitem comprimentos de onda variados, gerando renovação e clareamento da pele. A LIP é também capaz de promover aumento na espessura, estimular a produção e reorganizar uniformemente as fibras colágenas e elásticas (responsáveis pela firmeza e elasticidade da pele). Além disso, aumenta a atividade dos fibroblastos (células da derme responsáveis pela secreção das fibras de elastina e de colágeno).

Com isso, a aplicação da luz pulsada na pele também provoca a redução de teleangiectasias (microvasos), rubor e vermelhidão. Proporciona melhora da aparência de rugas finas e grossas, melhora da textura e aspereza da pele, reduz o tamanho de poros, e a secreção de sebo e remove algumas ceratoses(manchas).

Em estudo realizado pelo Departamento de Dermatologia da USP, mostrou que acima de 76% dos pacientes tiveram melhora clínica moderada a intensa após tratamento com LIP, estando isto atribuído ao aumento de fibras de colágeno e elásticas, com comprovação histopatológica.

Conclusão: A luz intensa pulsada é uma excelente opção de tratamento para o envelhecimento cutâneo, sendo uma técnica não-ablativa(não invasiva), segura e eficaz.
É um tratamento recomendado pela Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Consulte seu Dermatologista para saber mais sobre as indicações da Luz intensa pulsada.

Os comentários estão encerrados.